Poesias do livro

Leio poesia e penso em ti,

Poeta que nunca vi.

Quanto som, sonoridade

no soneto que agora li

Abro o livro, passo as folhas.

Sinto o cheiro do teu nanquim,

que ilustra cada verso

como se fossem para mim.


Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Nenhum tag.
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square